5 motivos para pensar em Conrad como um escritor polonês

Grande nome da literatura inglesa, Joseph Conrad nasceu na Polônia. Não é reconhecido como um escritor polonês, e em sua obra poucos elementos relacionados à Polônia são aparentes. Aqui, 5 motivos para pensar em Conrad também como um escritor polonês. Trechos retirados e traduzidos de artigo escrito por Mikołaj Gliński para o site Culture.pl. Na foto de abertura, Joseph Conrad e sua prima Aniela Zagórska, a tradutora responsável por passar a maior parte de sua […]


Sobre Conrad

A Ubu fez uma seleção de notórios celebrando Joseph Conrad, autor de alguns dos grandes clássicos da literatura inglesa. Transcrições de falas sobre Conrad e sua obra ou de trechos que explicam a influência do autor no trabalho de grandes escritores. “Porque Conrad tinha um dom, porque era autodidata, e sua obrigação com uma língua estranha e em geral valorizada mais por seus aspectos do latim do que por aqueles do saxão era tamanha que […]


10-14/7 Euclides, autor homenageado da Flip 2019

A Flip 2019 terá inúmeras atividades voltadas para a obra de Euclides da Cunha, o autor homenageado do ano. Nesta ocasião, a Ubu lança uma edição mais acessível da grande obra do autor: Não perca! Conferência de abertura da Flip, 10/7: A professora de teoria literária e literatura comparada da Universidade de São Paulo (USP) Walnice Nogueira Galvão, especialista em Euclides da Cunha e Guimarães Rosa, fará a conferência de abertura da Flip 2019. Walnice […]


Pussy Riot na mídia

Com dois shows no Brasil e o lançamento, pela Ubu, do livro Um guia Pussy Riot para o ativismo, de Nadya Tolokonnikova, a banda punk ganhou destaque nos maiores veículos de comunicação brasileiros. A Ubu selecionou algumas das matérias. Amanda Capuano para a Veja: Entrevista realizada com Nadya Tolokonnikova, na qual a ativista fala, entre outras coisas, sobre seu livro recém-lançado, e dá conselhos às feministas brasileiras, “que estão enfrentando uma maré ultraconservadora no governo”. […]


[SP] 9/5 Sor Juana: a luz de uma mulher no século XVII

Instituto Cervantes, Embaixada do México e Ubu Editora convidam para Sor Juana: a luz de uma mulher no século XVI. Com Laura Hosiasson (Literatura, USP) e Celso Lafer (Academia Brasileira de Letras). Quinta-feira, 9 de maio, às 19h, no auditório do Instituto Cervantes. Avenida Paulista, 2439, 1º andar. Haverá um debate sobre o livro Sor Juana Inés de la Cruz ou As armadilhas da fé, de Octavio Paz, publicado pela Ubu. As falas serão seguidas […]


Uma playlist Pussy Riot

Um guia Pussy Riot para o ativismo é o livro de Nadya Tolokonnikova, uma das fundadoras do Pussy Riot, coletivo artístico e banda punk conhecido por sua atuação política. O grupo atingiu notoriedade após duas das integrantes terem sido presas em Moscou por cantar uma música de protesto ao apoio da igreja ao presidente da Rússia Vladimir Putin em uma catedral ortodoxa. Como reação à prisão, gritos de “free Pussy Riot” (liberte Pussy Riot) se […]


O Códice Dresden e o Popol Vuh: registros da cultura maia

Daniel Grecco Pacheco O Popol Vuh e o Códice Dresden são alguns dos poucos documentos produzidos pelos povos maias antigos que chegaram até nós. Criados em diferentes momentos e contextos tais manuscritos expressam um pouco da cosmologia, do pensamento e da cultura maia antiga. Em ambos é possível perceber a presença e a ação de seres, ou forças da natureza, conhecidos como deuses, em suas relações com o mundo dos humanos, dos animais e da […]